segunda-feira, 25 de agosto de 2014

dar tudo de nós

Dizem que, uma das orientações para sermos felizes, é darmos tudo de nós no que estamos a fazer. Entregarmo-nos.
OK, percebo.
Mas e quando não apetece puto estar onde nos obrigam a estar, como é que a coisa se faz?

7 comentários:

Timtim Tim disse...

Quando não nos apetece, ou a coisa é muito importante e temos de dar de nós e fazer o sacrifício, ou vimos embora.

rosa_chiclet disse...

bem isso é mais complicado..
tens de ver alguma coisa boa, nem que não seja o dinheiro ao fim do mês..

kisses***

D. disse...

O dinheiro não é lá grande coisa, não me apetece nada mesmo, mas é importante, claro.... aguenta D.

S* disse...

Aguenta-se!!

Ana disse...

Tem de se aguentar, não é? Sei bem disso. Mas também sei que, um dia, tudo acaba por ter solução. Até lá, é ir testanto limites.

D. disse...

Tem mesmo de se aguentar. E também acho que tem dias, ou há dias, como queiram.
Hoje, por enquanto, ainda não desesperei muito. :)

marina maia disse...

Temos de fazer um esforço e aguentar, se é necessário o esforço,
se não desiste!
Beijinhos