terça-feira, 19 de agosto de 2014

ai, ai, ai...


Ai, ai, ai. Mas que raio que se passa. É possível, ao fim de tantooo tempo e tanta coisa passada, alguém continuar com incertezas face ao caminho que resolveu escolher? Ou será a imaginação de quem lê, a trabalhar activamente? (pior, é que não me parece)!
E digam-me lá. Se assim é, poderá ser feliz e viver feliz?

9 comentários:

Timtim Tim disse...

Há caminhos que se escolhem precipitadamente. E depois...Tenho um amigo que se divorciou há quatro anos por iniciativa própria e agora não larga a ex mulher.

Suricate disse...

Incertezas não é bom...em nenhuma área da vida. Umas suportam-se melhor que outras. Por exemplo: Eu não estou na minha área profissional de sonho....mas trabalho há 25 anos nesta área...e aprndi a ser feliz, se tiver de mudar de rumo mudo, mas já não me imagino a fazer outra coisa:)

D. disse...

@Timtim tim, pois.... ;)
@Suricate, as incertezas são realmente uma "treta". Mas como dizes, umas suportam-se e tornam-se "certezas", outras "atormentam" e nunca se consegue ter a certeza absoluta!
Enfim.

Tanita disse...

Sabes o que é isto? inconformismo? só estás bem onde não estás?? sei lá, raios!

SuperSónica disse...

Não pode, a vida fica assim meia camuflada...só de aparências...

D. disse...

Ai tanita que tu hoje, estás que estás! ;)
@SuperSónica, camuflada e baralhada. Imagino as aparências que tanto iludem.

ynys disse...

Sabes que também eu ando perdida por um caminho semelhante. Até agora aprendi que se não é o que queres ao menos tem de te dar o que queres. Se não te der ambos... algo está mal!
Aceitar o que se tem e desejar melhor, não desistir nunca e saber, conhecer, explorar e reflectir muito bem em quem somos e nos que queremos. Vago?! Talvez mas como te disse também eu ando por aí :) Havemos de lá chegar ambas!

D. disse...

@ynys, é normal por vezes andarmos por aí! Digo eu, que também por vezes me sinto assim. Mas neste caso, não sou eu!

mfc disse...

Certezas... nunca as há!
Vamos vivendo!

Beijinhos.