terça-feira, 24 de abril de 2018

Pequeno-almoço, a minha predição desde sempre

O pequeno-almoço, é a minha predição desde sempre. 
Quando me levanto, parece que venho já cheia de fome, pelo que não sou daquelas pessoas capazes de sair de casa sem tomar o dito. Arranjo-me, e vou a correr para a cozinha. Claro, se for à rua tomar o pequeno-almoço, coisa que adoro, tenho de sair de casa sem o tomar - isso é evidente!

Mas parece que, ainda bem assim sou. De acordo com o que dizem e com o que ouço há anos, o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia. E eu, adoro a refeição mais importante do dia.

Devemos tomar um pequeno-almoço que nos garanta energia para começar o dia. E energia, não é de certeza absoluta doce e doce. 
Eu pessoalmente, nunca fui capaz de ingerir um açucareiro logo pela manhã, como primeiro visitante ao estômago. 
Não. Primeiro, vai algo tipo torrada, ou pão, ou assim, e depois então, se for caso disso, vai um docinho para rematar. 

Agora, com a dieta tenho apenas ficado pelas torradas de um determinado pão e uma chávena de café ou daquelas bebidas tipo café (cevada, etc). 
Confesso que não custa nada. Gosto muito de torradas e o pão em causa é simplesmente delicioso. Quanto ao café, também gosto e o facto de ter anulado o leite, não me causou mal nenhum, muito pelo contrário, a nível de intestinos, sinto-me muitíssimo melhor. 
Sempre que bebia leite, havia uma "revolução" dentro de mim, mas nunca deixei de o fazer, apesar de várias vezes ter tentado as alternativas ao leite - "leites" vegetais. Mas nunca fui a maior fã destes últimos, pelo que bebia-os durante uns tempos, mas depois voltava ao tradicional leite, sempre com café. Sim, que desde que me lembro, nunca fui a maior fã de leite.

Do que tenho saudades? Daqueles pequenos almoços de fim-de-semana, à grande, com panquecas. Humm... o que gosto de panquecas. 
Estou ansiosa por poder introduzir as panquecas, para ver se é desta que experimento as de banana e aveia que todo o mundo fala e que eu, por poder comer das outras, nunca tentei. Isto para não falar dos sumos de frutas e, claro, de um docinho para rematar. 

Quanto às também não menos famosas papas de aveia, já tentei. Eu juro que tentei, mas não sou realmente a maior fã da coisa. Se tiver de comer, como, mas se poder passar-lhes ao lado, passo. Se calhar ainda não descobri A receita. Ou isso, ou não sei mesmo fazer as ditas. Mas também, nunca fui a maior apreciadora de papas, sejam elas quais forem.

E vocês, o que têm por hábito comer ao pequeno-almoço?

Rescaldo 7ª e 8ª semana

Tenho falhado a este meu diário de dieta, como gente grande. Mas a dieta, em si, não tenho falhado.
Concluo que, de facto, nunca vou ser grande opinion maker, (kkkkk) afinal, esqueço-me, tenho preguiça, não tenho oportunidade, etc, mas vos vir actualizar. 
Enfim, sou eu.

Mas tenho a dizer-vos que, a minha dieta vai caminhando pelos bons caminhos, que é isso que se quer. 
Claro que, eu gostava de ver resultados mais rapidamente, mas se calhar isto é mesmo assim. Como já disse, é a primeira vez que faço uma dieta que possa receber esse nome. Tudo o resto, eram restrições de... horas, talvez! 😃

Vamos lá a deixar aqui registados números, que é o que mais tarde vou relembrar:

  • 7ª semana menos 1,100 kg
  • 8ª semana menos 0.700 kg
Desde o início, já lá vão 6,2 kg, ou 6200 g que sempre parece mais! 😄😄
Nunca mais passo a barreira psicológica dos 60. Credo!

O que também me deixa contente, são os valores em centímetros a baixar! Ah! e também  o raio da "gordura visceral", essa foi a grande motivação para me meter nesta coisa das dietas.

Obrigada por me ouvirem. A ver se cá volto rapidamente.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Rescaldo 5ª e 6ª semanas

Ai que nem sei bem que vos diga.
Muito a frio, após duas semanas sem ir à nutricionista e a seguir o plano, não posso dizer que os resultados tenham sido fantásticos.
Baixei de peso, o que segundo relatado pela nutricionista não aconteceu a muitas das suas pacientes, que, com a Páscoa pelo meio, deixaram-se dominar pelo pecado e derraparam. 
Mas eu tinha esperança de conseguir baixar ainda mais. 
Não aconteceu. Não comi amêndoas, não comi nada do que não poderia comer, mas na verdade, a baixa de peso ficou a roçar o 1 quilo e os centímetros, esses, também baixaram timidamente.
Entrei esta nova semana com dois dias de dieta detox. Basicamente, fruta e legumes que não se chamem couves. Olhem, e não é que gostei e até nem me custou assim tanto como pensei que iria custar, quando a nutricionista me falou do assunto?! Acho que, após a dieta, estes dois ou três dias detox vai ser algo que irei adoptar, de quando em vez.
Para o almoço de hoje, estou curiosa. Tenho para degustar, uma barrita de chocolate e etc e tal, que tenho de acompanhar com um belo de um chá verde.
Quando ela me falou nisto, comecei a ficar nervosa a achar que iria morrer de fome. A nutricionista disse que não. Estou expectante. Vamos lá ver.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Rescaldo 4ª semana - Aiii a minha vida!

Malta, esta 4ª semana, deixou-me um pouco.... K.O.

Achava eu que me mantinha a fazer tudo bem, e continuo a achar, pois não estou a ver nada do outro mundo que tenha feito... ok, tirando o entrecosto, que até estava muito bom, de resto comi o habitual.
Mas a verdade é que, de medidas baixou tudo cerca de um centímetro, até o raio da anca que baixou pela primeira vez desde o início, o peso não! O peso deixou-me louca. Só 100 gr??? Isso mesmo, cem gramas!
Não pode! Que se passou??
Bom, nada de desistir, que não o vou fazer, mas fiquei um pouco esmorecida. Valeu-me a força da família e dos amigos, que não me deixam ir abaixo.

Agora, quinze dias sem lá ir, com Páscoa pelo meio. Força D., tu consegues!!
E agora, para finalizar este post, vai mais um gole do detox!

Voltarei com novidades dietistas, mas só daqui a quinze dias.

sexta-feira, 23 de março de 2018

Acho que já descobri qual o livro que quero começar a ler e que, por norma, vai bater com as férias.
Infelizmente, e já o disse várias vezes, não sou grande leitora. Mas quando um livro me entusiasma, consigo agarrar-me a ele como se fosse a maior devoradora de livros do mundo - quase ao estilo traça!

Desta vez e pelo que li, acho que é este:  O Homem de Giz, de C. J. Tudor


Toda a gente tem segredos...
Tudo aconteceu há trinta anos, e Eddie convenceu-se de que o passado tinha ficado para trás. Até ao dia em que recebeu uma carta que continha apenas duas coisas: um pedaço de giz e o desenho de uma figura em traços rígidos. À medida que a história se vai repetindo, Eddie vai percebendo que o jogo nunca terminou.
Um mistério em torno de um jogo de infância que enveredou por um caminho perigoso.
Um livro diferente dentro do género thriller, uma vez que combina o psicológico com um toque de Stephen King e umas pinceladas de Irvine Welsh.

Toda a gente tem segredos.
Toda a gente é culpada de alguma coisa.
E as crianças nem sempre são inocentes.

Parece-me interessante e é o tipo de livro que gosto e me prende. Um thriller daqueles que me agarra.
Já alguém por aqui leu? 
Vou já tratar de ir ao facebook ver opiniões e pode até ser que, alguém resolva oferecer-me este livrinho. ahahah...



quinta-feira, 22 de março de 2018

Dia do Pai - post com 3 dias de atraso


Tenho estado a fermentar a ideia de aqui deixar esta mensagem, ou não.
As minhas filhas, têm um Pai fantástico para elas. Não o duvido nem quero que os meus pensamentos algum dia, permitam ter essa dúvida. Comigo, é uma coisa, (e que até parece contraditório, mas enfim!) mas com elas, felizmente, outra. Pai presente, preocupado (por vezes até de mais) e sempre com cuidados com elas.
Mas têm também um Pai-do-Astro, nome que elas próprias lhe atribuírem, por não gostarem da palavra padrasto (também não gosto, nem de padrasto nem de madrasta).
Já não é a primeira vez que elas lhe fazem pequenos mimos, quer no dia do Pai, quer em outros dias.
Mas este ano, a mais velha, que é, neste momento, das duas, a mais próxima do seu Pai-do Astro, comprou e escreveu-lhe um postal! Simplesmente LINDO. O que escreveu e o sentimento colocado no mesmo, não dá para descrever, apenas de dizer que tanto ele, como eu, ficámos com lágrimas a escorrer.
Eles os dois são muito cúmplices, e dão-se bem. Segundo ela, é um Amigo que ali tem e adora rir e partilhar piadas com ele.
É muito bonito ver este sentimento, vindo de uma adolescente.
E quanto ao Pai-do-Astro, sem dúvida que ele é um pai, sem o ser, para elas. Muito cuidado com elas, muito preocupado, muito carinhoso e sempre atento ao que gostam. Alerta para perigos iminentes ou eventualmente iminentes. Aquelas “coisas” que pode ser mais complicado a figura de Mãe falar, mas que a figura Amigo o pode e deve fazer.
A mais nova, já teve este tipo de proximidade com ele, até mais. Era uma coisa tão grande com o Pai-do-Astro, que eu quase chegava a ter ciúmes. Mas houve algo que se passou há um par de anos, que não sei descrever nem explicar e que nem quero pensar no que poderá ter influenciado tal comportamento. A minha esperança, é que um dia ela mude e tudo volte à normalidade, quer com ele, comigo e com a irmã.
Mas enfim. Tem a sua “filha” mais velha que ama verdadeiramente, se preocupa muito com ela e que adora tê-la como companhia. São dois belos “compinchas”.
Adoro a minha família.

Dúvidas de Estação!

Ainda não percebi bem, também para ser honesta, ainda não procurei nada, se a Primavera chegou a 20 ou a 21.
Para mim, e do que me lembro, era a 21. 
Eu sei que tem de haver aquele "acerto" nos dias, horas, etc, do planeta, por causa da rotação da terra e etc, mas o Google e os seus Doodle é que me baralham.
Tanto a 20 como a 21, tinham um Doodle dedicado ao início da Primavera. 

Uma estação que eu A.D.O.R.O.

E afinal, alguém aqui me elucida, só para não ir à procura?? Preguiça, mesmo. Eu sei.


Alguma vez vos disse que as tulipas são das minhas flores favoritas? Gosto tanto!
Este ano, plantei uns bolbos de umas tulipas negras. Quando derem algo, mostro-vos. Gosto muito da Primavera e da sua natureza. 

Rescaldo da 3ª semana - D. e o mundo das dietas!

Pensavam que já não vos vinha dizer nada? 
Também eu! 
Só que não, aqui venho fazer um mini resumo, para memória futura.

Sem mais conversa, deixo aqui registado que, da semana passada para esta, já foram à vida 1,600 Kg.

Not too bad!!! YES!

Não tenho neste momento os valores comigo, mas sei que de perímetro, a anca mantém, a cintura baixou um pouco, mas (e "porra" que há sempre um mas...) ao nível do umbigo, não baixou. Aguardemos que continue a baixar, agora nesta semana.

Algo que me alegra, a gordura visceral, que tanto me preocupa, vai baixando. Ainda falta um bocado, mas está a baixar.

Esta semana foi aquela onde se verificou uma maior baixa de peso. 

Que fixe!

quinta-feira, 15 de março de 2018

Puré de rábano (espécie de receita)

É isso mesmo que leram - puré de rábano. 

Foi o sugerido pela nutricionista e fiquei tão curiosa que, lá fui eu atrás dos rábanos e fiz o belo do puré. 
Na verdade, não encontrei rábanos, que penso serem parecidos aos rabanetes, mas sob a forma comprida e alongada. Encontrei, couve-rábano. 
Bom, não faço ideia nenhuma se é praticamente o mesmo ou não, e se, por isso, fiz uma grande asneirada na dieta, mas, a verdade é que comprei a couve-rábano e fiz o puré.

Descasquei os ditos rábanos, cozinhei-os em água temperada de sal. Escorri a água e triturei, tornando tudo em puré.
Coloquei uma "noz" de manteiga light, noz moscada, pimenta e bati tudo de novo.
Não coloquei leite, pois não o tenho estado a consumir. (Eu fiz na Bimby, mas para o caso é completamente indiferente)

Resultado, um puré muito saboroso, que substituiu perfeitamente o puré de batata. Acompanhei com almôndegas feitas no forno e, confesso, o jantar esteve uma delícia!
Fiquei fã. Comi tudo e não cheguei a tirar foto. 
Mas experimentem, ou já alguém por aqui experimentou?


Estes, foram os que comprei e fiz o puré

quarta-feira, 14 de março de 2018

Rescaldo da 2ª semana - D. e o mundo das dietas!


E a segunda semana, soma e segue. Perdão, subtrai e segue.
A semana, correu bem. Sem asneiras, pelo menos conscientes, e com resultados que me deixam feliz.
Claro que gostaria de ver resultados mais rapidamente, mas tenho de ter calma e alegrar-me bem como recompensar-me emocionalmente, com cada conquista, mesmo que pequenas à luz da minha vontade.
Lá vai mais um quilo. Soma e segue, ou subtrai. E o volume, vai pelo mesmo e simpático caminho. Há algo que ainda não baixou, a anca. Mas na verdade, sempre fui larga d’ancas (há quem o seja de costas, mas pronto!) . O resto, tem vindo a baixar, principalmente a barriga, o que me deixa extremamente feliz e até porque é o que mais sinto, apesar de me dizerem que se nota também, na cara.
É que na verdade, sinto mesmo menos volume abdominal. Até parece que chego melhor aos atacadores dos sapatos.
De uma maneira geral, tem corrido bem, mesmo no que diz respeito a comer porcarias. Quando me dão ganas, lá vai um rebuçado dos permitidos ou uma pastilha. Mas, felizmente, não me tem acontecido muito.
Quanto à ementa, lá vou inventado com os legumes permitidos, nova forma de os cozinhar e comer. E por vezes, surpreendo-me bastante. Quando fizer alguma receita que me espante, venho cá falar-vos dela.
A minha esperança e o meu desejo de futuro, é ficar com o bichinho enraizado e conseguir contaminar toda a família com este “meu novo” gosto pelo “verde".