sexta-feira, 20 de junho de 2014

Aqui posso dizer

tenho guardado há tanto tempo, um parvoice que não digo a ninguém e nem posso expressar no FB. Mas aqui posso, quase ninguém me conhece e o que julgarem, julguem.

Nunca ninguém me fez uma festa surpresa e eu gostava tanto de ter essa sensação. É isso. 
Amanhã, faço anos. 43 que aí vêm. E dou comigo a reparar que, não celebrei os meus 40 anos com a "pompa e circunstância" com que a maioria o faz, quase nunca tenho festas de anos e nunca ninguém, ao longo de todos estes anos, me fez uma festa surpresa. Daquelas que o marido, ou seja quem for, te convence de uma coisa e depois quando vais a ver, tchanan... todos os amigos unidos para te parabenizarem. Seja num restaurante, na tua própria casa - que isso aí então acho um must, conseguirem fazer tudo sem dares por ela.

E é isso. Nunca ninguém me organizou uma festa supresa. E eu acho que ia gostar tanto. Enfim...

5 comentários:

Suricate disse...

Olha a mim também não. As surpresas são-me feitas pelas minhas filhas. Nem familia, nem amigos...nada(eu a caminho dos 45)
Usufrui do dia com tudo o que nele acontecer:) e guarda:)


jinhooooooosssss

D. disse...

Bom, pelo menos não me sinto um alien. :)
Tento sempre usufruir ao máximo, mas tenho realmente pena.
Obrigada Suricate. Bjs

Coisas que Faço disse...

Pronto, já somos 3! Por aqui também nunca houve festas surpresa, aliás, as festas são só nos aniversários dos filhos, os pais nunca têm direito :(
Este ano vou fazer 40, será que ao menos consigo ir jantar fora com o meu marido???

Um beijinho e aproveita o que o dia tiver de melhor para ti!!!
http://coisasquefaco2014.blogspot.pt/

A Loira disse...

Oh... espero que realizem esse teu sonho.

ynys disse...

A mim já mo fizeram uma vez em adolescente mas tirando isso nem festas nem surpresas, as pessoas à minha volta não são dadas a isso e eu sou tanto... sabes o que eu acho? As pessoas não metem magia e empenho nas coisas que para elas são pequenas... para mim uma prenda tem muito mais sentido ser algo escolhido baseado numa cumplicidade do que algo caro. Mas hoje em dia parece que as pessoas não estão para ter trabalho umas com as outras e isso custa-me...