sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Rais-part'ós-halls

Ando com a chamada "fruta da época". Nada de extraordinariamente fabulástico, apenas uma constipaçãozeca que rapidamente de converteu em tosse com daqueles bonequinhos tipo gomas verdes penduricadas a balançar nos brônquios, ao estilo anúncio "bissolvon". Como vêm, pacífico. Ora que para acalmar a tossita o ranço associado, comprei os tão conhecidos Halls mel-limão. São bons, os gajos, mas têm sempre uma questão, que não sei se é propositado ou não! Os restos de papel que ficam agarrados ao dito rebuçado, fazem-me estar a cuspir pedacinhos de papelinhos moles por um bocado. 
Isto fará parte da terapia? Como é quase uma constante nos vários pacotes! É-que-se-é, tou quase curada por certo.


5 comentários:

Paula Nogueira Guerra disse...

hehehe... e eu que tb gosto tanto de halls :)

Fica bem rápido e já não tens de andar a cuspir papelinhos por aí ;D

Beijoca doce xxxx

D. disse...

Já estamos ambos melhor, eu e os Halls. Eu porque já não tenho tosse e os halls porque "já eram"!
Obrigada Paulinha

S* disse...

Já não como disso há anos.

SaintWolf disse...

Isso do papel agarrado é mesmo propositado, é que assim a microbieira vai saindo agarrada à "cuspidela" do pepelacho ou na unhaca que acompanha o dedo que o remove...

D. disse...

Ai, c'anojo. Ah ah ah ah ah