quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Mas que rico final de 2014

E não é que hoje é o último dia de 2014, aquele onde a malta tem algum entusiasmo, pois haverá normalmente um jantar diferente, um convívio, algo e eu, apanhei uma infecção urinária daquelas de me torcer todinha!
Pois foi. Ontem, após sair do trabalho, fui às compras ao Continente, para adquirir os bens que necessitava  para o jantar de hoje, os bens para o almoço de dia 1 e ainda para um almoço que irei dar dia 2. Andava para lá no meio de uma multidão imensa, sempre a pensar, ninguém merece isto, quando me começa a dar uma dor. Da dor, passa para uma má-disposição daquelas que pensei ia ficar ali algures. Fui ter com o segurança a dizer que tinha de ir ao WC pois não me sentia bem. Queria saber o que fazia ao carrinho. Super atenciosos comigo, informaram-me que se não me sentisse melhor e quisesse, tinham um posto médico. Pois bem, foi onde acabei por ir parar. Vieram buscar-me numa cadeirinha de rodas - foi a minha primeira vez - pois tinha já muita dificuldade em andar e ali estive eu a aguardar que mais-que-tudo me fosse buscar. Chegou, finalmente! 
Eu, bem eu só me preocupava com o carrinho das compras que tinha ficado junto ao segurança e com o tamboril que lá estava dentro, que me demorou minutos sem fim a adquirir. Não queria deixar lá o bicho nem por nada! Não me calava! Mas lá tive que mandar desmanchar o carrinho, no meio de muitos pedidos de desculpa.
Dali, siga para a CUF, graças ao seguro, pois os hospitais públicos como bem se tem ouvido nas notícias, andam a rebentar.
E assim foi. 
Coisa toda feita, infecção urinária daquelas, com direito a contorcionismo e tudo. Vai de aviar estes antibióticos e faz-te mas é à vida. Enquanto o raio do antibiótico não era tomado e depois fazer efeito, vou contar-vos. Torcia-me que nem uma minhoca louca. E aqui está um belo final de ano. Levantei-me, vim trabalhar com algum / muito esforço, pois acho que estes antibióticos me deixam um bocado grog e logo acho que me fico por casa. Já participei que se calhar não vou. Logo vejo.
Mas que rico final de 2014.

4 comentários:

Coisas que Faço disse...

Espero que já te sintas melhor... De qualquer das maneiras, não te esforces demasiado! Eu ficava por casa, antes isso que piorares!!

Bj e as melhoras :)

D. disse...

As vivências do passado serviram para nos ensinar, as do novo ano que vem, servirão para nos encorajar. Que 2015 seja um ano de concretizações, saúde, amor e muita felicidade. Beijinhos

Paula Nogueira Guerra disse...

ooohhh querida as melhoras e um ano novo excelente para ti e para todos os teus <3

D. disse...

Muito obrigada a todas.
Beijinhos