quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Mãe

Mãe, é aquela que quando se zanga, ralha, barafusta, diz tudo como os malucos, antes da hora de dormir... vai de seguida pedir desculpa e dar um beijo ainda mais doce, mesmo que já tenham adormecido.

Sim, eu pelo menos vou, mesmo que estejam já a dormir e não saibam que lá estive. Não sintam. Cheia de dor no coração por ter ralhado. Por ter sido obrigada a fazê-lo. Mas vou, pois o pensamento que mais me vem à cabeça é, se não acordo no dia seguinte, vai ficar no ar a zanga. Assim, ficará a pairar algo melhor.
Pelo menos, eu sinto assim. E vocês?

7 comentários:

Tanita disse...

Ai credo mulher... mas pensando bem, eu faço o mesmo. Eles levam-nos aos extremos, mas muitas vezes somos nós que já estamos tão cansadas... só querem mais um bocadinho de atenção.

A Minha Essência disse...

Sem duvida! Mãe também é educar, e educar também passa por aí. Mas mesmo que tenhamos consciência que estamos a fazer o melhor, quando ralhamos, ou damos uma palmada aquela sensação estranha fica em nós. Mas sabemos no fundo que tudo que fazemos é para o bem deles. Isso é o que tem que prevalecer sempre, no final das contas. ☺

marina maia disse...

Somos iguais. ..mas a intenção e fazer deles boas pessoas!!!
Eu quero um postalinho ...manda me um mail marinaribeiromaia@gmail.com

Coisas que Faço disse...

Eu faço o mesmo. E a seguir deito-me e choro que nem uma parva. Porque se lhes custa a eles, a mim custa-me mais ainda :(

Bj!!

D. disse...

Tanita, penso nisso muitas vezes, mas já só depois de ter ralhado, gritado e sei lá.
Muitas vezes o sono deles, levam-nos a agirem de forma mais "aparvalhada" e nem sempre consigo "encaixar" isso... ai, que raio.
Mas parece-me que não estou só. Pelo menos não me sinto "tão diferente".
Já mando Marina

SuperSónica disse...

Acho que mãe é mesmo assim!

ynys disse...

Completamente! Faço o mesmo, sigo à risca de para a cama não se vai zangado... uma pessoa não é de ferro né? Beijos