quinta-feira, 28 de junho de 2012

o risco de arriscar, ou não

Acabei de me inscrever num curso de formação que me vai custar as estopinhas para tirar. Não que seja transcendente, (afinal a Engª Química Industrial já cá canta, e mais um monte de formações), mas porque, confesso, não me apetece lá muito estudar, muito menos à noite, deixando em casa a minha vida.
Mas é um esforço, quer monetário quer pessoal, que vou fazer. Neste momento, se já tivesse o curso, tinha mais possibilidades de resposta a anúncios, o que não significa trabalho ou emprego, eu sei. Daqui a uma ano, não sei como será.
Mas tenho de me agarrar à máxima "o saber não ocupa lugar" e aguardemos para ver se a minha situação laboral muda ou não, pelo menos com a tal formação.
Ninguém nos consegue prever o futuro. E arriscar pode ser perigoso, mas também pode ser proveitoso.
Vamos ver. 
Que eu arranje forças para levar o curso em frente; que o valor monetário que vou pagar não me/nos faça falta; que os meus aguentem a ajuda que têm de me dar e que no final, todos possamos ser felizes.
E é isto que por hoje me vai atormentando.

4 comentários:

Ritinha disse...

Vamos embora jeitosa!!!!!

Toca a ter animo :)

Vai correr bem Sô Dra ;)

Beijocas grandes.

D. disse...

:)) Obrigada Ritinha.
Esperemos.
Beijoquinhas

SaintWolf disse...

Só não corre bem se força fizeres nesse sentido.
Concentração no positivo e o resultado assim aparecerá.
Trust me.

E, "vale sempre a pena quando a alma não é pequena."

D. disse...

@SaintWolf, Obrigada pelo apoio