terça-feira, 8 de novembro de 2011

Hoje é dia de

Hoje seria dia de falar da greve dos transportes. É! Hoje há greve de transportes. Entramos em Novembro e vai-se lá saber porquê, iniciam-se as greves de transportes.

Mas para me meter aqui a falar da greve de transportes ia-me sair uma catrefada de dissertações, umas certas outras erradas! (o mais provável era serem todas erradas).

Eu não uso os transportes. Para vir para o trabalho não me compensa (quer dizer, em termos de gastos monetários sim, mas na vida nem tudo se resume a dinheiro) e como ainda consigo aguentar a diferença entre o custo do passe e do combustível, venho de carro que demoro menos tempo. Demoro, alto-e-para-o-baile! Se não for dia de greve. Porque se for como o de hoje, com chuva à mistura em que todos tiveram de deixar o passe em casa e trazer o carro, compensa mas é uma bela fava. Bem, compensa porque não teria transportes para chegar ao trabalho. Olha, adiante que isto está a ficar uma confusão.

Ah! Mas já agora, eu cá se tivesse passe e fosse privada de utilizar os transportes públicos, tendo de usar o meu carro particular gastando combustível, manutenção, paciência etc, acho que ia mandar uma reclamaçãozita. Eu sei que não dá em nada. Eu sei que todos têm direito à greve. Eu sei que há ordenados em atraso. Eu sei que o país ‘tá uma merda. Eu sei que ainda tenho sorte em ter trabalho e ordenado (até quando, não sei. Cada dia é um dia). Eu sei, eu sei…. Mas caramba! Haja pachorra.

Ora mas adiante, vinha cá apenas dizer que hoje estou com um sono que não posso. Nunca mais chego a casa hoje para, tirar as botas, deitar-me um pouco a receber mimos que nem uma princesa, por uns minutos. Pode ser?

(Mas até chegar a casa, ainda vou ter de enfrentar a chuva, a malta do passe nos seus carros particulares, as estradas cheias, o arco-da-velha-em-cuecas)

11 comentários:

mfc disse...

As greves são necessárias!
A nossa indignação tem que ser mostrada!
Discordo de ti.
É exactamente isso que o Governo pretende... é por trabalhadores contra trabalhadores sob o argumento que as greves dos transportes prejudicam quer quer trabalhar!
Mas senão houver solidadriedade entre os trabalhadores... então está tudo entregue à bicharada!

Beijinhos.

Ana disse...

Apesar de muito ter reclamado do trânsito hoje, de ter saído de casa quase 2 horas mais cedo do que é habitual e de não ter podido deixar o carro no lugar do costume, sujeitando-me assim a ter de pagar parquímetro o dia todo, eu concordo com as greves. Pudesse eu fazê-las lá na empresa e seriam mais que muitas, pois motivos para isso não nos faltam por lá.

Seja como for, o regresso foi bem mais calminho e em 15 minutos meti-me em casa. Acho que hoje vou dormir que nem uma "anja" por ter acordado tão cedo... :)

Paula disse...

Isto das greves dá-me cá uma comichão... Todos têm direito a fazê-las, mas o certo é que os patrões estão-se a marimbar e nós que pagamos passes, é que nos lixamos...

maria gabriella disse...

tens razão :x

D. disse...

Mas eu não sou contra as greves. Não era isso que queria dizer. São importantes e todos temos direito a mostrar a nossa voz. Pena e muita é que no final ninguém ligue nenhuma e fique tudo na mesma.
O que me transtorna, mas que por outro lado é bom, é o caus em que a cidade se torna. é bom, porque mostra que, neste caso, os serviços dos transportes são muito necessários.

Tanita disse...

Sorte a minha que não apanho trânsito para chegar ao trabalho!

S* disse...

A minha sorte é que moro numa cidade pequena e só usamos carro para ir ao sueprmercado. :)

Ritinha disse...

Ora...greves...Sim são necessárias, sim temos que protestar, sim não podemos ficar de braços cruzados...Mas será que não existe outra forma de protestar mesmo estando a trabalhar? E porque greve de uma semana? Já vamos ter uma greve geral, um dia em que, cá para mim nada irá estar a funcionar. Talvez todos juntos tenham mais impacto do que uma semana em que as tantas perdem a razão, ou nos esquecemos das razões pelas quais protestam porque nos afectam uma semana de trabalho....O quero dizer é que façam greve mas de um dia...

D. disse...

A Tanita e a S* são umas sortudas. Nem sabem do que se livram.
Estás a ir ao encontro do que penso Ritinha.
E amanhã... vai ser outra desgraça.

Ana disse...

Amanha há greve, D.?

D. disse...

Há sim Ana. :(