sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

És a melhor coisa que me aconteceu

Todas estas frases semi-feitas e cheias de valor, de acordo com as situações do momento e das pessoas, são-nos repetidas. Se pensarmos e tivermos essa sorte, vezes e vezes durante a vida. Por um só ser ou por diferentes. Mas naquele momento, no momento, parecem feitas com a exclusividade da inocência.
Diz-se, também, que por vezes as coisas acontecem porque estamos no sítio certo à hora certa. Sem dúvida que essa sorte temporal ajuda, mas tem de ser regada com uns pozinhos de coragem e de descaramento.
Lembro-me bem do tremor dos dedos e o aumento de temperatura naquele dia frio de inverno quando o "café" foi marcado. O ano tinha começado há pouco e já tanta água tinha caído com as tempestades.
E lá se estava. Cada um de seu lado ao encontro do centro, como girassóis que procuram o sol pela manhã. O frio e o vento a passarem pela cara, parecia apenas uma pequena brisa de final de tarde de verão. O calor, o cheiro que nunca mais largou os sentidos. Inesquecível! Tenha sido "o que foi" ou "o que é". As gotículas de chuva que levemente se sentiram refrescaram o momento. Era como a aragem salgada vinda com a brisa do mar. Tudo parecia perfeitamente colorido naquela noite invernosa.
Não há pedidos. Não há explicações. Não há promessas. Não há sonhos. Não há expectativas. Não há pressões ou perseguições. Há apenas aquilo que a vida docemente nos proporciona. No fundo, não há nada mas há tudo o que é necessário para fazer sentir a brisa a correr na alma. Há apenas o quando há.
O amanhã? Não sei. Não faz parte dos meus planos, não faz parte de planos. Existe o momento. Aqueles momentos em que dás tudo e em que sou o mimo mais acarinhado do reino. Aqueles momentos em que me fazes rir, sentir a mais bonita a mais desejada, a princesa.
Naquele momento, nos momentos, neste meu momento, és o melhor que me aconteceu!

6 comentários:

TERESA SANTOS disse...

Há momentos assim, mas raros, tão raros...

D. disse...

Pois há Teresa, mas quando acontecem são tãããõ bons!

Sissy disse...

Ainda bem que existem esses momentos.. ;)

Beijoooo****

SaintWolf disse...

Tirando a parte melosa da coisa :)

Oh moça de "entre as linhas" que queres que se retire além da paixão?

Só te digo para que aproveites ao máximo todos esses momentos, raros, bons, momentâneos, duradoiros... Momentos...

D. disse...

É verdade Sissy, e que se vão repetindo, desta ou outra maneira. ;)

D. disse...

Sim tira a parte melosa, SaintWolf!
Por mais que se tente que não haja meloso, é inevitável.
Tento aproveitar muiiiiito mesmo.