quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Correctamente correcta

"Muito correcto" e "a fazer tudo certinho" é daquilo que me têm vindo a chamar a atenção ou direi a acusar, no bom sentido. De facto, tenho tentado agir sempre by the book porque também gostava que assim o fizessem comigo. A verdade é que somos todos diferentes, reagimos todos de formas dispares e temos interpretações contrárias em muitas coisas. Já passaram tantos dias (dias a mais) e o certo é que a vida rola, desenrola e continua. A minha também, claro. Mas de certa forma condicionada para que as coisas fossem feitas de forma certa. Há sempre quem goste de colocar entraves em tudo, para atravancar o viver dos outros, mesmo acusando do contrário. E tenho pacientemente aguardado pelas alturas. Pela hora certa. - Mas afinal, não há hora certa, não há alturas certas. Nós fazemos a hora, a altura.
Acontece que por vezes, temos de dar um passo para trás para avançarmos dois. E é isso. Cansei-me de ser correctamente correcta. Não vou fazer mal a ninguém, óbvio que não, mesmo que aos olhos de alguns, possa ser uma afronta. Mas a esses só digo: - relax! Já sofri tantas afrontas e ainda respiro.
Acontece que também não vou empacotar mais a minha vida. É avançar sem medos e depois logo se vê. Cá estarei, cá estaremos para o que for preciso.
O que não quero mais é que continuem a atrapalhar a minha vida e a das minhas filhas. Vamos. Avancemos. E com todos os que me rodeiam, é com esses que conto. É nesses que confio. É por esses que avanço. E será com esses que um dia, vamos brindar. Aqui, ali, onde for. Onde tudo nos levar.
É desta.

2 comentários:

SaintWolf disse...

Decisão tomada.
Reacção mentalizada.
Força para isso.

D. disse...

Mai nada!
Subscrito.