quinta-feira, 25 de abril de 2013

palmadinhas

Aqui, sentada na areia, observo o que me rodeia.
E as palmadinhas, continuam como dúvida há anos.
Tenho duas filhas que, como qualquer bebé e pessoa tinham de dormir.
Nunca fui de as embalar muito, nem fazer aqueles malabarismos que muitos pais fazem, para adormecer as crias. Tentem e fiz, desde sempre, que se habituassem a adormecer sózinhas. Resultou, optimo. Nada contra adormecer bebés, não. Aliás, tudo a favor. Só o que não consigo perceber, é porquê e para quê, algumas pessoas têm a mania de dar palmadinhas no rabiosque dos bebés.
Mas quem é que raio gosta de estar a tentar adormecer, relaxado e descontraido e de uma forma sincopada levar pequenos abanões no rabiosque.
P'a-mor-de-deus. Eu se fosse bebé, a cada palmadinha, soltava um gasinhos.
Mas isso sou eu, que tenho mau feitio.

Um comentário: