quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Café da manhã

Bom dia,
Hoje o dia acordou encabrunhado, seja lá isso o que for. Para mim é daqueles dias meios cinzentos, onde o sol tenta romper, mas de forma muito envergonhada, e um peso se apodera da nossa cabeça. - Dor de cabeça, portanto!
Acordei e recebi logo a notícia do falecimento da mãe de uma amiga. Não se pode dizer que seja uma amiga próxima, pois não o é, mas foi minha monitora nos campos de férias que fiz, enquanto adolescente - jovem. No fundo, acompanhou o meu desenvolvimento, também. E custa sempre receber uma notícia destas. 
Chegamos a uma altura na, e da, nossa vida, em que estamos sempre a pensar como irá acordar o dia seguinte.
Se pensar de forma consciente, os meus dias seguintes não têm o melhor amanhecer. Não há trabalho, porém é preciso dinheiro. Mas tentando não pensar muito amiúde no assunto, o dia seguinte acorda ao sabor de cada manhã. E há, infelizmente, amanheceres bem piores que os meus.

E para o despertar de hoje, foi este o meu café da manhã:

 Servidos?

5 comentários:

ynys disse...

Há quanto tempo... que o sol te sorria amanhã e depois e depois e depois também :)

Alex disse...

Que o resto do teu dia seja melhor que o amanhecer. Beijinhos

Alex disse...

Que o resto do teu dia seja melhor que o amanhecer. Beijinhos

marina maia disse...

Espero que tenhas tido um bom dia, apesar de tudo...
Beijocas

D. disse...

Minhas queridas, muito obrigada. Felizmente o resto do dia foi bom. Ao final, fui fazer a minha "obrigação" de cristã e fui ao velório. É sempre triste, se bem que foi reconfortante, pois houve um momento de oração bem sentido. Enfim, a mim fez-me sentido.
Beijinhos