quarta-feira, 9 de abril de 2014

A gestão caseira e o trabalho

Ao fim de praticamente dois anos a trabalhar naquela, infelizmente, "gigantesca multinacional", de nome desemprego, consegui um trabalho e na minha área.
Foi o chamado estar no sítio certo, à hora certa. Ou, enviar mail, na hora exacta.
Já quase tinha perdido a esperança em arranjar trabalho e/ou trabalho na área.  Colocava já a minha cabeça a pensar em alternativas. Talvez um part-time num qualquer ramo que me desse oportunidade de continuar, e cada vez mais, a fazer as minhas "costurices" e assim ir conseguindo algum sustento para nós.
Mas tive a felicidade de me darem uma oportunidade. Que me estão a dar e que, penso e espero, estou a aproveitar.
Mas confesso que sinto falta de toda a minha logística e gestão caseira, à qual me adaptei tão bem. Ao apoio familiar que conseguia dar. À gestão do meu tempo. E acreditem, sempre tive os dias muito preenchidos. Por vezes, com tanto que tinha para fazer, o tempo não chegava.
Agora, vou ter de reaprender a gestão caseira misturada com trabalho externo.
Aceito dicas e muitas, pous parece que esta parte se desvaneceu das minhas memórias nestes últimos dois anos.
Estou contente, mas com algumas saudades.

Um comentário:

marina disse...

Senti o mesmo desde que fui trabalhar e só tive seis meses em casa, mas custa depois a habituarmo-nos, mas vais ver que vais conseguir a pouco e pouco, e com ajuda do marido...
Bom trabalho!!!