quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

ainda do dia-dos-namorados

Fui eu a baldas!
Não propositado, não nada. Cruzamentos de linhas.
Mas quem tem sempre cada dia como único, não precisa de um específico para comemorar. Vai ser no dia que quisermos, no nosso dia, à nossa maneira.
Rebeldes como nós

2 comentários:

Julie disse...

Para nós é sempre assim, quando queremos e á nossa maneira.

D. disse...

:)